Novos rumos

Padrão

Melancolia à parte, esta música do Paulinho da Viola é a introdução perfeita para este post inaugural do meu blog. Eu, que sempre acreditei ter controle sobre tudo, fui surpreendida com a necessidade de mudar. Não qualquer mudancinha. Uma mudança radical de vida!
Precavida como sempre fui, a decisão não veio do dia para a noite, num rompante de impulsividade. Foram meses de reflexão. Eu tinha uma vida estável, uma carreira em expansão em um emprego que eu amava e uma grande e confusa família (como toda família), com quem sempre fui muito apegada. Além disso, uma característica pessoal, apesar de muitos não acreditarem, é a dificuldade de me jogar ao novo, assim, de olhos fechados. Mas uma certeza me ajudou na decisão: a sorte da gente é a gente que faz! E é por isso que esta música inaugura o blog Mudanças de Rumo, onde eu pretendo contar um pouco do meu processo de decisão de mudar e, as dificuldades de começar praticamente do zero, em um novo país, uma nova vida! Bem-vindos!

Anúncios

13 responses »

  1. Isso vai ser muito legal, parabens pela iniciativa, já estou ansioso pelo que está por vir… Abração do Paulo ( sua “capa” de fev2008 😉 )

  2. Oi Renata!
    Parabéns pela coragem!
    Hoje mesmo eu comentava com minha mulher, depois de mais uma indignação com um monte de coisas que acontecem em nosso Brasil, que se eu fosse um pouco mais jovem (tenho 44 anos), cursaria uma das profissões que têm sido muito procuradas pela província de Quebec e ia embora pro Canadá.
    Mas, com essa idade, 2 filhos ainda para serem encaminhados na vida, não dá mais pra se jogar de cabeça em um projeto de grande envergadura.
    Espero que você seja muito feliz nessa sua nova empreitada.
    Vou seguir o Mudanças de Rumo e espero que você continue a acompanhar o Mais RH.

    Abraços!

    • Pois é Vanderlei….pensei muito nisso pra decidir! Achei que a hora era essa, afinal não temos filhos! Maaas, não vejo problema em fazer isso aos 44 anos e com filhos….se joga!!!! =o)

      Obrigada pelas palavras!
      Abs

      • Oi Renata!
        Tenho acompanhado atentamente os posts do Mudanças de Rumo e isso me faz lembrar quando eu tinha sua idade (na verdade eu estava com 25 à época, mas isso é detalhe…) e “me joguei” como você me mandou fazer.
        Eu tinha um emprego razoável na área de Recrutamento e Seleção, numa consultoria de RH e cursava Jornalismo. Não estava feliz e decidido a investir na nova carreira escolhida.
        Larguei um salário cinco vezes maior para fazer um estágio numa pequena agência de publicidade (hoje ela é bem maior) para ganhar um salário mínimo da época (R$ 200).
        Posso te dizer que não me arrependo nem um pouco de ter “me jogado” e o que foi melhor: não deu errado! Sou muito feliz em ser conhecido e reconhecido na nossa profissão.
        Estou sempre de olho nas oportunidades do escritório de Quebec. Quem sabe eles, qualquer dia desses não oferecem uma oportunidade prum escriba de RH? hehehehe
        Felicidades aí e vamos nos teclando!

    • Talvez, Alesito. Na real, é como começar do zero e reaprender algumas coisas (além de valorizar outras pequenas como bolo de fubá, por exemplo…hahahahahaha)
      Beijos!!!!!

  3. Amiga, muito boa sorte! Sempre acreditei nisso. A gente constrói nosso próprio caminho. E a vida é feita de muitas estrdas e muitos recomeços! Não tenho dúvida de quão valiosa esta experiência será! Você faz falta aqui! Sorte do Fê! bjs

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s