Mudar nos negócios também é preciso

Padrão

Esta semana li um texto no Linkedin que achei bem bacana. Era sobre o sucesso da Starbucks na China. Antes de vir pra cá não conhecia a fundo o case da empresa, mas aqui a leitura do livro que conta esta história é leitura obrigatória para os estudantes de marketing. O texto que li conta porque a cafeteria americana tem hoje a China como principal mercado depois dos Estados Unidos, feito que as concorrentes não conseguiram fazer. Basicamente porque ela buscou uma forma de adaptar seu negócio ao país e não impor o modelo original. Parece simples, mas não é. Vale a leitura!

Why Starbucks suceed in China

O tema “mudança” aqui, por motivos óbvios, está muito relacionado à mudanças radicais de estilo de vida, de profissão, etc. Mas não podemos esquecer que para mudar não necessariamente precisamos fazer rupturas radicais e que a necessidade de dar uma renovada se aplica a tudo na nossa vida, inclusive à nossa maneira de atuar e ver as coisas no trabalho.

Nos 7 anos que trabalhei com o mundo executivo, mais do que acompanhar profissionais trocando de emprego e estilo de vida, acompanhei também a chegada do discurso da inovação ao mercado, desde o blablablá sem profundidade que ronda um novo termo, até o amadurecimento do conceito e o momento em que de fato começou a sair do papel e se tornar prática nas empresas (não preciso dizer que o profissional e/ou empresa que não muda, morre, fica pra trás, certo?).

Vi desde negócios que há anos batem na mesma tecla e se recusam ou demoram muito para mudar, como se não enxergasse o seu entorno (seja em práticas de gestão do negócio e das pessoas ou nos próprios produtos). Empresas mais conservadoras e que, por isso, fazem mudanças mais lentas. E também empresas com uma capacidade de renovação impressionante e um baita foco em mudança e inovação, em todas as áreas da empresa.

Por trás de tudo isso, claro, estão os profissionais que fazem tudo acontecer e, via de regra, que têm o mesmo perfil de suas empresas (afinal, é o que elas tem cada vez mais buscado na hora de contratar alguém, pelo menos no Brasil). Não a toa conheci muitas histórias de pessoas que foram mandadas embora justamente por estar em descompasso com a empresa, seja por não ter acompanhado o ritmo das mudanças ou por ter ido rápido demais ao querer impor transformações para as quais a companhia não estava preparada e nem disposta a fazer. Por isso, reitero que mudar, seja na vida, de carreira ou nos negócios é vital. Cabe apenas escolher a intensidade e frequência com que vai fazer isso – e a empresa/negócio que mais tem a ver com você, para não se sentir nem pressionado nem entediado demais (menos ainda afundar junto, claro!).

Anúncios

2 responses »

  1. Oi Renata, tudo bem ?
    Gosto de acompanhar o seu blog, pois acho muito interessante sua visão sobre mudanças & adaptações na vida, no trabalho, na empresa também. Parabéns pelo blog, pela atitude de coragem. Um comentário: Acompanho esta empresa como cliente e como leitor de tudo o que é escrito sobre ela (…comentei inclusive sobre o livro “A estratégia Starbucks”, em 2007 ao ser entrevistado por você). A Starbucks se adapta não apenas nos países em que atua, mas também nos bairros e cidades onde está presente. Me parece que os funcionários tem autonomia para fazer pequenas adaptações que causam impactos importantes. Isso tudo, sem perder a essência da empresa, o ambiente, produto. O equilíbrio entre ter um padrão, um modelo e ter um olhar local me parece ser uma tendência que veio pra ficar. Abraço,
    Carlo Mantovani

    • Oi Carlo! Obrigada pelo seu comentário. Adoro saber o que o pessoal está achando do blog, pra poder afinar o tom!
      Realmente é interessante fazer uma transição como essa buscando um novo olhar sobre as antigas coisas. Experiência rica!!
      Mande sempre seus feedbacks, bons ou ruins!
      Um abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s