Tag Archives: hibernar

Um espetáculo turístico desconhecido

Padrão

Impossível não começar com esta foto. O melhor retrato do que quero contar pra vocês neste post!

Aqui tenho tido a oportunidade de conhecer coisas e lugares que nunca antes havia ouvido. Pode até ser ignorância minha, mas acho que em geral não conhecemos nem 1% do que o México pode oferecer aos turistas.

Este final de semana fomos a um passeio de um dia para o santuário das Mariposas Monarcas. Você deve estar se perguntando “que raios é isso???”….foi o mesmo que nos perguntamos quando nos contaram sobre esta atração pela primeira vez. Recebemos tantas indicações de pessoas diferentes pra ir lá, que resolvemos pagar pra ver.

Resultado: conhecemos um dos espetáculos naturais mais lindo e impressionante de toda minha vida. Imagina uma colônia de mariposas monarcas (essa espécie da foto abaixo), milhares, pra não dizer bilhares delas concentradas em uma parte de floresta do México.

A história é a seguinte. Essas borboletas migram do Canadá até aqui em busca de calor (ainda que para nós, brasileiros, não pareça o melhor lugar pra isso) no outono e inverno. Voam cerca de 5.000 kms e não se reproduzem aqui, só hibernam (mas já li que, sim, se acasalam….). Elas ficam espalhada por 5 santuários, em colônias de aproximadamente 20 milhões de borboletas. Uma infinidade. Fomos a um dos santuários, aqui no Estado do México mesmo (os outros estão no estado de Michoacán), um dos 3 abertos ao turismo. Depois de subir uma trilha por uns 50 minutos, lá estão elas.

A quantidade de borboletas batendo asas ao mesmo tempo é inimaginável. Há árvores e árvores forradas por elas (como na foto abaixo, que não está muito boa, mas dá uma ideia) e ainda que os visitantes não façam muito silêncio, impossível não ouvir o som das milhares de asas batendo ao mesmo tempo. Incrível!!!

Uma infinidade de borboletas junta nos galhos das árvores, formando verdadeiros aglomerados

Com zoom, as mariposas aglomeradas em um galho

Contemplamos as lindonas por uns 15 minutos (tempo máximo de permanência por pessoa) e descemos acompanhados por elas, já que fazia calor e, nestas condições, descem a floresta em busca de água. Mas o melhor estava por vir. Quando saem da mata, atravessam (no lugar onde visitamos) pela estrada, transformando-a em palco de um verdadeiro espetáculo da natureza (fotos ao final do post). Os olhos quase não podem acreditar na quantidade de borboletas que voam ao mesmo tempo por ali. Tivemos que descer do ônibus para tirar fotos. Para se ter uma ideia, os carros são obrigados a andar a no máximo 15 kms por hora, para não atropelar muitas delas (porque uma ou outra é inevitável, infelizmente).

Para mim, é uma verdadeira atração turística, como uma praia do Caribe, ruínas de pirâmides ou coisas do tipo. O passeio vale a pena e está cerca de 3 horas da Cidade do México. Ah, claro, e acontece de outubro a março!

Mais uma doce surpresa que conhecemos aqui. Certamente nunca teríamos ouvido falar disso, não fosse essa experiência de viver no México!

Anúncios